Mais do que moda!

SPFW N56 :: As memórias com afeto por Ateliê Mão de Mãe

SPFW N56 :: As memórias com afeto por Ateliê Mão de Mãe

17/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano Diz-se que a vida pode imitar a arte, mas também pode ser certo afirmar que a arte se baseia na vida e em seu cotidiano mais simples para acontecer. E é exatamente o que fazem Patrick Fortuna e Vinicius Santana para Ateliê Mão de Mãe com “Água de Meninos”. As memórias afetivas vividas no bairro de mesmo nome...

SPFW N56 :: O Brasil interpretado pela Dendezeiro

SPFW N56 :: O Brasil interpretado pela Dendezeiro

17/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano BRs2 traz um Brasil popular, nem sempre retratado como moda – mas essa cena muda quando falamos de Hisan Silva e Pedro Batalha, que pensam para a Dendezeiro uma coleção que desafia o conceito do “brega” impresso ao país e traz, no conceito, significados muito particulares da cultura.  Como o trabalho...

SPFW N56 ::  O vibrante fazer de Weider Silveiro

SPFW N56 ::  O vibrante fazer de Weider Silveiro

16/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano Cores vivas e de uma cartela descomplicada – azuis, amarelos e vermelhos, primários como são – vêm dar tom ao desfile de Weider Silveiro. A coleção, que ainda destaca a artesania delicada do Richelieu e das tapeçarias, é pensada para a sofisticação e, ao mesmo tempo, vida urbana. Por isso,...

SPFW N56 :: Bons ventos para David Lee

SPFW N56 :: Bons ventos para David Lee

16/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano Para sentir e transmitir os ventos, David Lee parte das pipas de kitesurf para traduzir em moda a lona reutilizada: o resultado é uma coleção colorida com um olhar esportivo, mas de leveza e muito movimento.Os mesmos ventos que o trazem à passarela também revelam ainda a união de diversas outras técnicas, desde o...

SPFW N56 :: O Brasil para Ronaldo Silvestre

SPFW N56 :: O Brasil para Ronaldo Silvestre

16/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano Como interpretar um país para fazê-lo caber numa coleção? É o que faz Ronaldo Silvestre ao trazer às passarelas do SPFW N56 sua “É Sobre o Brasil”.  E também é sobre referenciar desde as tonalidades da bandeira nacional até Carmem Miranda, que são traduzidos em peças repletas de detalhes, manualidades,...

SPFW N56 :: O azul da alma para a Apartamento 03

SPFW N56 :: O azul da alma para a Apartamento 03

16/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano O azul é herança e história – e é nela que Luiz Claudio Silva mergulha para criar “O Nobre Azul”, coleção desfilada neste SPFW N56. Afinal, há séculos que o pigmento africano waji é utilizado para dar tom.  E, nas peças, fica ainda mais evidente a construção de um caminho: estamos revendo...

SPFW N56 :: A leitura da metrópole da Greg Joey

SPFW N56 :: A leitura da metrópole da Greg Joey

16/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano É em São Paulo e sua vivência – que pode ir de acolher a desesperar, que Lucas Danuello traz à mais uma edição do SPFW a coleção Pixilated. A tradução transita entre caos e leveza numa cartela de cores essencialmente presente na paisagem urbana: passam pela modelagem de street style que parece pronta para...

SPFW N56 :: Os astros para Walério Araújo

SPFW N56 :: Os astros para Walério Araújo

10/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano Como se busca no título, é visível que toda conjunção astral buscou brilhantemente reunir-se para Walério Araújo em mais um desfile nas passarelas do SPFW. Impossível não destacar a dramaticidade e sensualidade ao explorar cada signo em brilhos, fendas, tecidos fluidos e interpretações únicas que ganham novos...

SPFW N56 :: A decisiva influência da TA Studios

SPFW N56 :: A decisiva influência da TA Studios

10/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano “A Imperadora” é, para o tarot, personificar a energia e a força da feminilidade. Na leitura de Gisele Caldas para a TA Studios, não há dúvidas: referências ao amor por si mesma, ao conforto de amar-se em sua própria pele. Conceito que fica refletido também nas peças: liberdade, movimento, tons neutros e...

SPFW N56 :: A leitura musicada de Rafael Caetano

SPFW N56 :: A leitura musicada de Rafael Caetano

10/nov

Por Arlindo Grund e Lari Mariano “Meu bem, o mundo inteiro está naquela estrada ali em frente”. E os caminhos quem dita é Rafael Caetano, que se inspira em Coração Selvagem, de Belchior, para perfumar sua coleção. O resultado é, para além da trilha, passos para adentrar uma estética dos anos 70: acetinados, calças boca de sino, amplitude e...